“Golão” de André Ribeiro, abafado pelo “poker” de Pereirinha

“Golão” de André Ribeiro, abafado pelo “poker” de Pereirinha

O Infesta sofreu uma pesada derrota na recepção ao Oliveira do Douro, na tarde deste domingo. Numa partida que até começou bem a favor da equipa de Miguel Fernandes com um golo do meio-campo do capitão André Ribeiro, a equipa visitante conseguiu equilibrar a contenda e acabou por ser superior, avolumando o resultado.

  • Domingo | 20 de Outubro | 15h00
  • Divisão de Elite – Série 1 | AF Porto | Jornada 8
  • Parque de Jogos – Manuel Ramos – Arroteia
  • FC INFESTA 1-5 CF OLIVEIRA DO DOURO
  • 1-0 André Ribeiro (8′) | 1-1 Pereirinha (44′) | 1-2 Edi (62′) | 1-3 Pereirinha (73′) | 1-4 Pereirinha (80′) | 1-5 Pereirinha (86′)
  • INFESTA: Rui Pereira; André Lima, João Silva, André Ribeiro (c), Rafael Pinho; Baptista (69′), Lúcio (60′), Mário, Morgado (60′); João Rodrigues e Miguel Dias.
  • TR: Miguel Fernandes
  • Suplentes: Pedro Marques, Chaves, Malícia, Morais, Bessa (69′), Cardoso (60′) e David Pinho (60′).

Nada fazia prever que o Infesta iria sair goleado de um jogo, que até foi bastante equilibrado na primeira parte. Ainda sem grandes oportunidades de golo, aos 8 minutos, André Ribeiro aproveitou que o guarda-redes forasteiro estava adiantado para fazer um golo do meio-campo e inaugurar o marcador. Dois minutos depois, o Oliveira do Douro respondeu com muito perigo, primeiro Bruno Oliveira rematou à barra da baliza de Rui Pereira e na recarga, Pereirinha cabeceou por cima. À procura da despesa, os visitantes foram ganhando algum ascendente mas foi o Infesta que esteve próximo de marcar, após excelente combinação colectiva, Mário aparece no limite da pequena área a rematar, valendo um corte do defesa que desviou a bola por cima da barra da baliza de Hélder. Paulinho, ex-jogador do Infesta, era o “maestro” da equipa oliveirense e por duas vezes, criou lances de perigo junto da baliza de Rui Pereira, primeiro, isolou Edi, valendo ao Infesta o corte de André Ribeiro que deu o “corpo às balas” e na recarga, Pereirinha, o mais irrequieto da equipa forasteira, em boa posição, atirou muito por cima. Perto do intervalo, Pereirinha, em boa posição, obrigou o guarda-redes do Infesta a uma excelente intervenção para canto, mas ao cair do pano, na primeira parte, Paulinho cruzou da esquerda para o segundo poste onde estava Pereirinha que desta feita não perdoou e empatou a partida.

Na segunda parte, as equipas entraram equilibradas novamente, mas com algum ligeiro ascendente da equipa forasteira, sem grandes oportunidades de golo, aos 62 minutos, Paulinho de livre, cruzou para a área do Infesta e soltos de marcação, Pereirinha cruzou para o segundo poste onde estava Edi que colocou o Oliveira do Douro em vantagem. O Infesta ia tentando sair em lances rápidos mas a bola dificilmente chegava ao ultimo terço do terreno, até que aos 73 minutos, num pontapé do guarda-redes Hélder para o meio campo, Pereirinha ganha o lance de cabeça e isola Edi, que estava nitidamente em fora-de-jogo, no entanto, o jogo prosseguiu com o atacante a deixar de novo em Pereirinha que à saída de Rui Pereira, fez o terceiro golo da partida a favor dos visitantes. O golo abalou a equipa que acabaria por sofrer mais dois golos em lances rápidos de ataque, concluídos por Pereirinha aos 80 e 86 minutos, estabelecendo o resultado final em 1-5.

No próximo sábado, o Infesta desloca-se a Gondomar, em jogo antecipado da 9ª jornada.