Patrocinadores

  • brali
  • mabera
  • douro digital
  • de les a les

4 de Outubro de 2018 

Em jogo em atraso da 6ª jornada do campeonato, devido a o Rio Tinto ter actuado no domingo para a Taça de Portugal, a equipa do Infesta bateu-se bem perante um dos candidatos à subida de divisão, porém, uma decisão errada do árbitro da partida, acabou por ditar um desfecho que não condiz com o que se passou dentro das 4 linhas.

  • Quarta-feira | 3 de Outubro | 21h00
  • Parque de Jogos – Manuel Ramos – Arroteia
  • .
  • INFESTA 1-3 SC RIO TINTO
  • 1-0 Ruca (18′) | 1-1 Jorge Pereira (24′)| 1-2 Boni (47′ gp) | 1-3 Kukuba (75′)
  • .
  • INFESTA: Miguel; Ventura, Amaral, André Ribeiro, Arnold; André Moreira, Lúcio (Bessa, 73′), Tiago Santos; João Rodrigues, Ruca (Zé Gomes, 80′) e Paiva.
  • TR: Jorge Pinto
  • Não utilizados: Gouveia, Ricardo, Estrela, Vitinha e Morgado.

Infesta e Rio Tinto protagonizaram um belo espectáculo de futebol, durante pelos menos os primeiros 45 minutos onde ambas as equipas tiveram oportunidades de criar golos. Paulinho e João Alves, foram os primeiros a dar o sinal de perigo à baliza defendida por Miguel, mas Paiva também avisou os visitantes que o Infesta estava a lutar pelos 3 pontos. Numa bela jogada de ataque conduzida por João Rodrigues, este cruza ao segundo poste onde estava Ruca que à segunda tentativa, depois de uma defesa de Micha, colocou o Infesta em vantagem no marcador aos 18 minutos. A resposta dos visitantes não se fez esperar, após um pontapé de canto aos 24 minutos, a bola sobrou para Ricardinho que cruzou da esquerda ao primeiro poste onde estava Jorge Pereira que de cabeça, estabeleceu o empate no marcador. O jogo estava “rasgadinho” e ambas as equipas criavam situações de perigo, porém a mais flagrante pertenceu ao Infesta quando à passagem da meia hora de jogo, Paiva deixou na esquerda em Arnold, este cruzou para a poste mais distante onde estava João Rodrigues que solto de marcação, rematou mas a bola embateu num defesa para fora.

Antevia-se uma segunda parte emotiva, tal como a primeira, mas não aconteceu. Ao minuto 47, surge um cruzamento da esquerda para a área do Infesta onde é nítido o empurrão do Kukuba, que tinha entrado ao intervalo, sobre Arnold e este, toca involuntariamente com a mão na bola. O árbitro da partida assinalou grande penalidade a favor do Rio Tinto e Boni, converteu no segundo golo dos forasteiros, colocando a equipa em vantagem. O Infesta respondeu por Arnold que com um remate de fora da área, obrigou o guarda-redes a aplicar-se. Pouco depois, numa jogada rápida de ataque, Ruca fez um passe rasteiro a rasgar a defesa do Rio Tinto para Paiva, isolando o seu companheiro que não conseguiu desfeitear Micha, rematando ao lado. O Infesta dominava a partida e criava vários lances de perigo enquanto o seu adversário, demonstrava já algum desgaste físico e fazia muito anti-jogo, quebrando o ritmo da partida que foi prejudicial ao Infesta. Aos 75 minutos em lance de contra-ataque, Paulinho vê Kukuba a fugir pela esquerda, faz um passe rasteiro para o seu companheiro que ultrapassa Amaral, entra na área do Infesta e perante a saída de Miguel, coloca a bola no canto da baliza mais afastado do guarda-redes e estabelece o resultado final em 1-3 a favor do Rio Tinto. João Rodrigues e André Moreira ainda tiveram oportunidade de reduzir o marcador mas não o conseguiram fazer. De realçar que já em período de descontos, Djaló foi expulso na equipa do Rio Tinto por ter dado uma cotovelada em Ventura.

O resultado é extremamente injusto para o que se passou em campo. O Infesta desce ao 9º lugar da tabela por troca com o Rio Tinto e o Valadares que esta noite, goleou o Pedrouços por 7-1. No próximo domingo, o Infesta desloca-se ao terreno do líder Canelas 2010.

Galeria de Fotos: INFESTA 1-3 RIO TINTO

Foto: Carla Ferreira

Partilhar...

Categories: Futebol Sénior, Ultimas

Comments are closed.