2012: Ano agridoce para o Infesta

Final de jogo em Grijó, deu inicio aos festejos da subida de divisão.

O futebol sénior do FC Infesta, viveu um ano agridoce durante o ano que hoje termina. Em Maio, o Infesta festejou o regresso à 2ª Divisão Nacional, três anos depois, mas este regresso, está a ser muito difícil para a turma de José Manuel Ribeiro. O Infesta termina o ano na última posição da tabela classificativa, tendo sofrido este sábado, a maior derrota do ano, 1-5 frente ao Vizela e estando neste momento a seis pontos da zona de manutenção. Esperemos que 2013, inicie da melhor forma, já com uma vitoria frente ao vizinho Padroense no próximo domingo e que em Maio, se festeje a manutenção.

Futebol de Formação – Futebol de 11

A formação do FC Infesta, também teve os seus momentos altos e baixos. Todas as equipas tiveram temporadas medianas, à excepção dos juvenis que se destacaram com a promoção à 1ª Divisão Distrital. Nesta divisão, os juvenis do Infesta, agora orientados por António Formoso, têm tido algumas dificuldades, embora a manutenção seja ainda possível. Os juniores, depois de um péssimo arranque na temporada passada, lá conseguiram a manutenção na sempre difícil 2ª Divisão Nacional. Nesta temporada, tudo dava a entender que no inicio, iria ser idêntico à temporada anterior mas a turma de José Catalão conseguiu alcançar algumas vitorias importantes nas ultimas jornadas o que faz desde já pensar que na segunda fase, podemos contar com estes atletas para lutar pela manutenção. Com a introdução das equipas “B” nesta temporada, o Infesta tem assim mais atletas preparados para na próxima época serem mais competitivos e passarem por menos dificuldades. Por falar em equipas “B”, há desde já a destacar a equipa de juniores que a competir na 2ª Divisão Distrital, está a lutar por subir à 1ª Divisão. A turma de Bruninho, tem sido uma boa surpresa esta temporada o que augura um bom futuro para a equipa de juniores do próximo ano. Nos iniciados, depois de participações modestas na temporada passada, decidiu-se também criar uma segunda equipa neste escalão. Com ambas as formações a disputar a 2ª Divisão Distrital, apostou-se forte para que a equipa “A” conseguisse esta temporada subir à 1ª Divisão. Para já, a turma de Mário Neves alcançou o 2º lugar da série, indo agora na segunda fase lutar por um dos primeiros lugares, por forma a alcançar o seu objectivo. Já a equipa “B” de Jorge Bastos, teve uma participação dentro das expectativas, pois a maior parte dos seus atletas, são de primeiro ano. Por fim, os infantis, orientados por José Miguel Fernandes, estão neste momento a meio da tabela, mas com uma fase final desta primeira volta muito boa, com várias vitorias. Uma segunda volta de grande nível, pode fazer com que haja uma boa surpresa para os infantis.

Futebol de Formação – Futebol de 7

Devido às novas leis impostas, o Infesta foi obrigado a criar uma segunda equipa de infantis, mas neste caso de futebol de 7. Nélson Teixeira é o timoneiro destes jovens atletas que para já, encontram-se a meio da tabela na sua série. Por fim, os benjamins estão a surpreender e levam neste momento sete vitorias consecutivas e o terceiro lugar da tabela classificativa. A turma de Luís Ferreira, pode muito bem ser uma das boas surpresas desta temporada.

Veteranos

A novidade desta temporada, veio com a introdução da equipa de veteranos. Luís Ferreira, o mentor do projecto e treinador da equipa, conseguiu juntar alguns dos antigos atletas do Infesta, destacando-se no lote, jogadores como Sérgio Nora, Formoso, Bruno, Cândido, Moura, entre outros… O Infesta não vacilou e lidera no final deste ano a sua série, estando também apurado para os 4ºs de final da Taça.

Andebol

O Andebol também viveu um sentimento agridoce neste ano. A formação sénior de Paulo Guimarães, não conseguiu dentro do campo a manutenção na 2ª Divisão Nacional, mas, devido à desistência do Alavarium, o Infesta pôde sorrir e festejar a manutenção. Com uma equipa totalmente amadora, as dificuldades nesta divisão são enormes e a manutenção, mais uma vez, está complicada de ser alcançada. Esperemos que daqui a uns meses, se possa festejar mais uma vez a manutenção. A destacar nesta temporada, a recente recepção ao Sporting para a Taça de Portugal, onde o Infesta saiu naturalmente derrotado.

Na formação, o destaque vai inteiramente para os juvenis. Com duas equipas formadas, a principal conseguiu ser vice-campeã nacional da 2ª Divisão e a consequente subida à 1ª Divisão Nacional, onde para já tem feito um bom campeonato. A equipa “B”, surpreendeu tudo e todos e foi campeã regional. Os juniores não conseguiram a subida à 1ª Divisão na temporada passada mas estão de novo na luta esta temporada. Os iniciados, que competem na 1ª Divisão Nacional, fizeram boa figura na temporada passada, mas nesta temporada, estão com algumas dificuldades. Por fim, infantis e minis, fizeram campeonatos dentro das suas expectativas, embora há a destacar a equipa de infantis que nesta temporada ainda não perdeu.

A novidade no andebol infestista, foi a introdução de equipas femininas. Para já, duas equipas estão em competição que são as seniores e as iniciadas, com destaque para estas ultimas. Também foi formada a equipa de minis, mas apenas têm participado em alguns torneios.

A Direcção do FC Infesta, deseja a todos os infestistas, um excelente 2013.

Deixe um comentário