Apesar da derrota, Infesta dá boas indicações frente ao Foz

Quarta-feira | 30 de Setembro de 2020 | 21h00

Divisão de Elite – Pró Nacional – Série 1 | AF Porto | Jornada 2

Parque Desportivo de Ramalde, INATEL, Porto

FC FOZ 2-1 FC INFESTA

1-0 Gil (2′); 1-1 Malícia (13′); 2-1 Dinando (59′)

FC FOZ: André Fonseca, Zé Gabriel, Bessa (62′), Rafael Braga, Gil, Souto, Pipoca, Zé Pedro (81′), Tiago Martins, Pedro Areias (81′) e Dinando.

TR: Álvaro Madureira

Suplentes: Rodrigo Mattar, Jaime, João Allen, Nuno Leal, Pedrinho (81′), Jorginho (81′) e João Diogo (62′).

 

INFESTA: Miguel Ângelo, Malícia, João Silva, João Ricardo, Morais, António, Lúcio (74′), Morgado (70′), Mateus, Dani (74′) e Miguel Rosa (70′).

TR: Bruno Costa

Suplentes: Pedro Marques, Ventura (74′), Elvas, Bessa (74′), Paulinho, Miguel Mota (70′) e Igor (70′).

Disciplina: Expulsão de João Silva (Infesta) aos 61 minutos.

Em jogo adiado para a noite de ontem, devido à presença do Foz na 1ª eliminatória da Taça de Portugal no passado domingo, a equipa do Infesta apresentou-se em campo sem dois dos habituais titulares, o capitão André Ribeiro a cumprir castigo e o goleador João Rodrigues que se encontra lesionado.

A turma orientada por Bruno Costa, entrou praticamente a perder no encontro, pois logo aos 2 minutos, Gil ao segundo poste, colocou a equipa da casa a vencer, na sequencia de um livre batido para a área. Apesar do golo sofrido, o Infesta foi uma equipa bastante competitiva e a resposta foi imediata, primeiro por Lúcio com um remate perigoso à baliza de André Fonseca e aos 13 minutos, conseguiu chegar ao empate por Malícia que respondeu bem ao segundo poste a um cruzamento da esquerda. A partida estava equilibrada, com bons recortes técnicos de ambas as equipas e o Infesta batia-se bem, frente a um dos candidatos à subida de divisão, conseguindo alterar a forma do Foz jogar, pressionando e construindo o jogo desde traz. Aos 35 minutos, João Ricardo recebe uma bola à entrada da área, mas o remate saiu frouxo e à figura do guardião da casa. O empate ao intervalo aceitava-se.

Na segunda parte, a equipa da casa entrou melhor e mais pressionante, conseguindo chegar ao golo aos 59 minutos, num lance em que a defesa do Infesta ficou “a ver jogar”, permitindo que Dinando se isola-se e à saída do guarda-redes Miguel Ângelo, coloca-se o Foz novamente na frente do marcador. Dois minutos depois, o defesa central João Silva foi expulso por acumulação de amarelos e o Infesta ficou a jogar com menos uma unidade, complicando ainda mais a tarefa de pontuar nesta partida. No entanto e depois de a equipa se reorganizar, o Infesta conseguiu tomar as rédeas da partida, colocando o Foz a “queimar tempo”, estando em vantagem e com mais uma unidade em campo. A equipa da casa que com um jogo na “retranca”, em busca do contra-ataque, procurava tentar chegar ao terceiro golo mas foi o Infesta que nos últimos minutos da partida, esteve mais próximo de empatar.

Resultado inglório para a equipa do Infesta, que na próxima jornada, disputada no próximo domingo, volta a jogar fora, desta feita em Pedrouços. Jogo marcado para as 15h00.