Futebol: Aí está a quarta vitória consecutiva para o Infesta

André marcou de cabeça o único golo da partida. 

Aí vão quatro vitórias consecutivas para o Infesta, esta tarde, frente ao Vila Caiz, a equipa de Jorginho bateu o adversário por 1-0 num jogo difícil e muito disputado mas que assenta bem ao Infesta.

Prova: Campeonato da Divisão de Honra – AF Porto | 21ª Jornada
Local:
Parque de Jogos – Manuel Ramos – Arroteia
INFESTA:
Miguel, Sousa, Teixeira, André Ribeiro, Estrela, Tiago, Mário, Lúcio (Jean, 60′), Rafael Rezende (Soares, 88′), Rui Ferreira (Neto, 88′) e João Rodrigues.
Treinador:
Jorginho
Suplentes não utilizados:
Guilherme, André Fernandes, Semedo e Ricardo.

A partida iniciou tranquila e serena, sem grandes oportunidades, a equipa do Infesta tinha mais posse de bola e tentava investir no ataque mas o Vila Caiz soube sempre anular as bolas perigosas que o ataque do Infesta produzia, até que aos 18 minutos, na sequência de um pontapé de canto, o capitão André soube dar o melhor seguimento à bola com um golo de cabeça, inaugurando o marcador para a equipa da casa. Com o golo, a equipa galvanizou-se e esteve muito perto de aumentar a vantagem à passagem da meia hora de jogo, numa jogada de insistência, Lúcio, já dentro da área cruza ao segundo poste onde aparece Tiago que remata para uma grande defesa de Nélson para canto. A equipa visitante só perto do intervalo é que conseguiu criar perigo por Casinhas que após um cruzamento curto, atirou de cabeça por cima da baliza de Miguel.

Na segunda metade, a equipa forasteira entrou determinada em chegar ao empate, encostando o Infesta mais atrás, aos 61 minutos, uma falha de marcação da defesa permite que três homens do Vila Caiz fiquem sozinhos após a marcação de um livre ao segundo poste, valeu ao Infesta o desacerto de Couto que de cabeça atirou por cima. A jogar no contra-ataque, o Infesta teve uma excelente oportunidade de matar o jogo aos 75 minutos, Rui entra dentro da área pela esquerda, cruza ao segundo poste onde está Rafael Rezende que com a baliza completamente escancarada, atirou à figura do guardião do Vila Caiz. Quem não marca, arrisca-se a sofrer e foi isso que esteve muito perto de acontecer já em cima do minuto 90, numa jogada rápida da equipa visitante, Coelho isola-se e perante o guarda-redes Miguel, permite que este faça a defesa da tarde, mantendo invioladas as redes do Infesta, segurando assim uma preciosa vitória para a turma de Jorginho.

Uma vitória difícil, mas justa para o Infesta que assim soma mais três pontos, alcança a casa dos 30 pontos no campeonato e fica 8 pontos acima da linha de água. Na próxima jornada, o Infesta desloca-se ao terreno do Vila FC.

Foto: Carla Ferreira

Deixe um comentário