Futebol: Capitão Vitinha, leva Infesta à vitoria no derby

Bruninho foi dos mais irrequietos na frente de ataque.

Era a vitoria que o Infesta precisava, ou melhor, esperemos que assim seja. Frente a um adversário directo na luta pela manutenção, o Infesta não vacilou e venceu o Padroense por 1-2 no primeiro derbi entre estas duas equipas, à escala nacional.

INFESTA: Ricardo, Jorginho, Rui Jorge, Tiago Jonas, Pedro Pereira, Dany, João Reis, Vitinha I (c), Bruninho (Serge, 87′), Vitinha II (Pedro Nuno, 70′) e Maga (Digas, 80′).

As duas equipas entraram cautelosas uma da outra. O jogo foi bastante disputado a meio-campo, não ocorrendo grandes oportunidades para nenhum dos lados nos primeiros minutos do encontro. Foi o Padroense que teve a primeira situação de perigo aos 21 minutos, num pontapé de canto de João Amaral, a defesa do Infesta alivia mas a bola sobra para Davi que puxa a bola para a esquerda e atira, mas ao lado da baliza do Infesta. Três minutos depois, o Infesta dá sinal de si e Vitinha II aparece isolado mas demora muito a decidir e permite que um defesa da equipa da casa, corte o lance para canto. Na sequência do pontapé de canto, Tiago Jonas ao segundo poste, atira de cabeça ao lado. O Infesta passa a dominar a partida, mas o desacerto na finalização por parte dos homens do ataque não permitem concluir da melhor forma, os vários lances de ataque que a equipa construía. Perto da meia hora de jogo, Bruninho ganha o lance a um defesa, deixa a bola na esquerda em Vitinha II que já dentro da área, deixa rasteiro novamente em Bruninho e este, não recepciona a bola nas melhores condições, perdendo-se o lance. Aos 41 minutos, o árbitro da partida Pedro Vilaça assinala uma grande penalidade a favor do Padroense, num lance onde se vê claramente que Davi, simula a falta. Injusta a decisão do árbitro da partida, mas que Ricardo tratou de refazer justiça ao defender o remate de João Amaral, mantendo o nulo no marcador que se manteve até ao intervalo.

Na segunda parte, o Infesta entra a todo o gás e no primeiro lance de ataque logo aos 46 minutos, Bruninho é rasteirado por um defesa dentro da grande área. Grande penalidade que Vitinha I não desperdiçou, inaugurando o marcador. O jogo ficou mais aberto com o Padroense a procurar o empate e esteve perto de o conseguir aos 55 minutos por João Amaral que após um canto batido da direita, a bola foi aliviada por Vitinha II para fora da área e o numero 8 do Padroense, João Amaral, atira de primeira ao lado da baliza de Ricardo. Aos 73 minutos, passe em profundidade de Bruninho para a direita, onde aparece Maga que pressionado por um defensor, atira para boa defesa de Marco. O Padroense não desiste e aos 77 minutos, uma boa jogada da equipa de Augusto Mata, culmina com um remate em arco de João Amaral, mas a bola acaba por sair ao lado da baliza de Ricardo. Adivinhava-se o golo do empate e aos 80 minutos, cruzamento da esquerda de Miguel e Areias de cabeça, atira ao lado. O golo do empate chegou aos 83 minutos quando Areias, isolado e liberto de marcação, faz um remate em jeito de chapéu ao guardião do Infesta, empatando a partida. No minuto seguinte, Digas em jogada individual, é rasteirado por Davi na grande área. Grande penalidade que o árbitro tratou de assinalar e bem, a favor do Infesta. O capitão Vitinha I, foi chamado a converter mas desta vez Marco, defende para a frente, na recarga, Vitinha I coloca novamente o Infesta na frente do marcador. Até final, o Padroense bem tentou chegar ao empate mas a defensiva do Infesta ia conseguindo resolver as situações.

Apesar da vitoria, o Infesta manteve o último lugar da classificação, pois o Joane venceu o Boavista. Apesar disso, o Infesta reduziu a diferença pontual para o seu adversário para apenas 3 pontos. A vitoria aceita-se, pois o Infesta foi melhor equipa que o Padroense. O árbitro da partida, Pedro Vilaça da AF Porto, esteve bem durante grande parte do encontro, embora tenha pecado no lance da grande penalidade a favor do Padroense, onde se viu que Davi, simulou a queda na grande área. Esperemos que esta vitoria, seja o catapultar para mais vitorias durante o campeonato, embora na próxima jornada, a última da primeira volta, o Infesta recebe o líder Mirandela.

Deixe um comentário