Futebol: Infesta “adormecido” sofre goleada do Canidelo

Derrota em casa por 0-4, foi a mais pesada da temporada.

INFESTA: Zé Pedro, Dani Soares, Amaral, André, Pedro Oliveira, Tiago, Mário (Lúcio, 45′), João (Semedo, 45′), João Rodrigues (Vasco, 54′), Maia (Paiva, 54′) e Jean (Rui Ferreira, 76′).
Tr: Jorginho
Não jogaram: Miguel e Pina.

Foi talvez uma das piores exibições do Infesta esta temporada. A equipa de Jorginho desde cedo não mostrou dotes suficientes para contrariar a maior experiência da equipa visitante. André Azevedo pelo Canidelo, quase colocava a equipa de Vila Nova de Gaia em vantagem logo aos 6 minutos, mas o guardião Zé Pedro, conseguiu contrariar a vontade do atleta forasteiro. O Infesta só aos 14 minutos por Mário é que criou o primeiro lance de perigo mas Lima, defendeu com afinco. A jogar em contra-ataque, a equipa forasteira colocou-se em vantagem à passagem da meia hora, num rápido lance de ataque pela direita, Ricardo cruza e Amaral, numa tentativa de cortar a bola, acabou por introduzi-la na própria baliza, inaugurando o marcador para o Canidelo. Sem reacção do Infesta, os homens equipados de verde, chegaram ao 0-2 com naturalidade aos 41 minutos, num remate indefensável de Hélder, muito colocado à entrada da área, sem hipóteses para Zé Pedro.

Na segunda metade, mais do mesmo, o Infesta nem reagiu e foi novamente o Canidelo a estar mais próximo do golo ao minuto 51 quando na sequência de um pontapé de canto, vários ressaltos obrigaram Zé Pedro a defender a bola por três vezes, não permitindo o aumento da vantagem. O Infesta na resposta consegue introduzir a bola na baliza adversária por Jean, mas o brasileiro partiu em posição irregular aquando do remate de João Rodrigues, um dos mais inconformados, que o guardião Lima defendeu para a frente. Pouco depois, aos 61 minutos, Luís parte de posição duvidosa, isolou-se, fintou Zé Pedro e sozinho, fez o terceiro golo para a sua equipa. Aos 66 minutos, Paiva recebe um cruzamento de Dani Soares da direita, mas isolado, atrapalhou-se com a bola, permitindo que o guardião Lima, defende-se para canto. Aos 69 minutos, fechou a contagem para o Canidelo, novamente por Luís que aproveitou a desatenção de Pedro Oliveira para receber o passe e à saída de Zé Pedro, fez-lhe um “chapéu” e estabeleceu o resultado final em 0-4. Aos 83 minutos, o melhor lance da partida para o Infesta por Rui Ferreira que à entrada da área, conseguiu desenvencilhar-se de um defesa e rematou colado mas a bola saiu pouco ao lado do ângulo superior da baliza de Lima.

Com esta derrota, o Infesta caiu mais uma posição (16º), embora esteja a apenas um ponto da zona de manutenção. Na próxima jornada, o Infesta desloca-se ao Citãnia de Sanfins.

Foto: Carla Ferreira

Deixe um comentário