Futebol: Infesta mantém liderança

Paulinho marcou assim o primeiro golo do encontro.

A vitoria do Infesta frente ao Grijó, esta tarde por 2-0, permite aos comandados por José Manuel Ribeiro manter a liderança da serie, mantendo as distancias pontuais para o Cesarense e Sousense que também venceram esta tarde. Numa primeira parte fraca, onde escassearam as oportunidades de parte a parte, foi a equipa visitante que criou o primeiro lance de perigo quando aos 15 minutos, num pontapé de canto batido por João, aparece Diogo Leite ao segundo poste a cabecear por cima da baliza de Miguel. A equipa do Grijó mantinha mais posse de bola, enquanto o Infesta tentava sair a jogar, falhando muito no ultimo passe. Ainda assim, a partir da meia hora de jogo, o Infesta tomou conta do encontro e aos 38 minutos, Pedro Nuno ganha espaço à entrada da área rematando com perigo a rasar a barra da baliza de Isac. Três minutos depois, Vitinha I, depois de Isac ter aliviado a bola com um soco para a entrada da área, remata de primeira com perigo ao lado. O jogo ia para intervalo, com o resultado empatado a zero.

Na segunda metade, o Grijó arriscou um pouco mais, pressionando mais o sector defensivo do Infesta, mas as alterações de José Manuel Ribeiro deram outra qualidade atacante ao sector ofensivo do Infesta. Aos 64 minutos, o Infesta beneficia de um livre descaído para a esquerda do ataque. Paulinho faz um cruzamento rasteiro para a área e sem sofrer qualquer desvio, acaba no fundo da baliza de Isac, colocando o Infesta na frente do marcador. Três minutos depois, novo livre do Infesta, desta feita pela direita, cruzamento de Vitinha I para o segundo poste, onde aparece Pedro Nuno que de cabeça faz o segundo do Infesta. Explosão de alegria no Parque de Jogos Manuel Ramos. Até ao final, o Infesta controlou a seu belo prazer a vantagem e só três minutos depois dos noventa é que o Grijó conseguiu criar perigo quando num livre da direita de Vitinha, Dani de cabeça atira com a bola ao poste da baliza de Miguel.

Resultado justo do Infesta que foi a melhor equipa em campo. Sinal negativo para a equipa de arbitragem liderada pelo Sr. Jorge Brito de Viana do Castelo que desde a primeira parte do encontro, prejudicou claramente o Infesta revelando uma gritante dualidade de critérios em favor do Grijó. O cartão amarelo mostrado a Braga aos 27 minutos por pretensa simulação, foi o inicio da péssima exibição do juiz da partida, acumulando aos fora-de-jogo mal assinalados por parte do fiscal de linha do lado da bancada que na segunda parte, não viu a agressão de Loureiro ao atleta do Infesta Coutinho, ficando este a sangrar do nariz.

No próximo domingo, o Infesta desloca-se a Vila Real, para medir forças com a equipa local que tem vindo a crescer de forma nos últimos jogos.

Deixe um comentário