Futebol Clube de Infesta

Futebol: Infesta merecia mais, mas saiu derrotado.

21 de Março de 2022

Domingo | 20 de Março de 2022 | 15h00

Divisão d’Élite – Pró Nacional – Série 2 – Fase de Manutenção | AF Porto | Jornada 9

Parque de Jogos – Manuel Ramos – Arroteia

Árbitro: João Silva

FC INFESTA 1-2 SC Rio Tinto

1-0 Matheus A. (3′); 1-1 João Neto (8′); 1-2 Nuno Viana (81′)

FC INFESTA: Mateus Vieira; Elvas, Zé  Miguel, João Ricardo (c), Morais, Paulinho, Aroso (57′), André Teixeira (82′), Nuno Nora, Haliky (57′) e Matheus Azevedo.

TR: Sérgio Nora

SUPLENTES: Boucinha, Rafa, Diogo Costa, Dinis, Simãozinho (57′), Tiago Martins (82′) e João Pinto (57′).

SC RIO TINTO: Ivo; Rúben Teixeira, Fábio, Hélder (c), Artur, Paulo Freixo, Bruno Costa (70′), João Gomes (70′), Jean, João Neto (70′) e Pedro Freitas.

TR: Vítor Oliveira

SUPLENTES: Zé Pedro, Nuno Viana (70′), Lourenço, Diogo Martins, Sardinha (70′), João Pinto e Marcelo (70′).

O Infesta entrou bem na partida e inaugurou o marcador logo aos 3 minutos por Matheus, que oportuno, não desperdiçou um cruzamento da esquerda de Morais. Pouco depois, o Rio Tinto chega ao empate por João Neto que numa movimentação rápida de contra-ataque, estabeleceu a igualdade no marcador. A equipa forasteira teve algum ascendente na primeira meia hora de jogo, mas sem criar grande perigo, até que aos 36 minutos, o Infesta deu sinal por Paulinho que rematou forte, mas à figura de Ivo. Pouco depois foi Haliky que “roubou” a bola ao central Fábio, deixou em Matheus que isolado, não conseguiu bater o guardião Ivo. O resultado não mais se alterou na primeira parte.

Na segunda metade, o Infesta entrou apático mas com as entradas de João Pinto e do jovem ainda júnior Simãozinho, a equipa melhorou consideravelmente e manteve uma toada ofensiva superior à dos visitantes. Aos 63 minutos, João Pinto cruzou da direita e Matheus por pouco, falhou a emenda. Dez minutos depois, Morais através de um pontapé de canto, cruzou para a área onde Matheus, mais alto que os restantes, atirou de cabeça ao poste e pouco depois, Simãozinho bem posicionado pela direita, atirou cruzado junto ao poste da baliza de Ivo. O empate já era um resultado pouco lisonjeiro para o Infesta e contra a corrente do jogo e quando se esperava que no lance, o árbitro marca-se falta sobre um jogador do Infesta, a bola sobrou para Nuno Viana que aproveitou a desatenção da defesa e fez o segundo golo da equipa do Rio Tinto. Balde de água fria para o Infesta que ainda tentou chegar ao empate através de Tiago Martins, mas sem sucesso.

Derrota injusta para o Infesta que tudo fez para vencer o jogo, mas, e há semelhança de muitos jogos, a “sorte” não esteve do lado da nossa equipa.

No próximo domingo, o Infesta terá uma partida decisiva, mais uma, nesta caminhada pela manutenção, com a deslocação ao terreno do Perosinho.