Futebol: Infesta permite reviravolta nos últimos 10 minutos

Amarante marcou três golos nos últimos 10 minutos.

Quem assistiu ao jogo desta tarde entre o Infesta e o Amarante, não diria que o Infesta a vencer por 3-1 a 10 minutos do fim, fosse acabar por perder por 3-4. Pois foi mesmo o que aconteceu. As duas equipas entraram equilibradas a jogar taco a taco mas sem grande perigo.
O primeiro sinal mais, foi do Amarante pois aos 14 minutos, Miguel foge à marcação de Correia e dentro da área, permite que Isac faça a mancha, agarrando a bola.
O Amarante mais afoito, conseguiu chegar ao golo aos 25 minutos, numa bonita jogada dos homens da frente, Miguel remata para defesa de Isac mas na recarga, Vitor Borges não perdoou e inaugurou o marcador.
No minuto seguinte, Vitinha II em zona frontal, atira fraco e à figura de Celso.
O Infesta procura incessantemente o golo do empate. Bruninho aos 36 minutos, corre pela esquerda e à entrada da área atira em jeito mas ao lado da baliza.
O Infesta empata a partida aos 38 minutos. Depois de uma jogada de Bruninho pela esquerda, a bola sobra para Pedro Nuno que dentro da pequena área fuzila as redes defendidas por Celso.
Perto do intervalo, Bruninho pela direita faz um cruzamento ao segundo poste onde estava Pedro Nuno sozinho, mas o guardião do Amarante deu um toque que acabou por desviar a bola.
Ao intervalo, o empate a uma bola aceitava-se.
Na segunda metade, o Infesta entrou com outra atitude e com naturalidade chega ao segundo golo aos 55 minutos na sequência de uma grande penalidade que Vitinha I não desperdiçou, a castigar uma falta de Celso sobre Vitinha II quando este aparecia isolado pela direita.
O Amarante, balanceado para o ataque, acabou por permitir espaços ao Infesta que em contra-ataque, chegou ao terceiro golo aos 64 minutos, Bruninho pela direita, cruza rasteiro ao segundo poste onde estava Pedro Nuno que sozinho só teve de encostar.
Aos 69 minutos, Ely entra pela direita, ganha posição para um remate que bate no defensor do Amarante, quase traindo o guarda-redes Celso.
Aos 72 minutos, Dany é expulso por acumulação de amarelos, o que fez com que o Infesta recua-se perigosamente no terreno. Vitor Borges deu o primeiro sinal de perigo aos 74 minutos num remate que passou muito próximo da baliza de Isac.
O Amarante soube aproveitar a vantagem numérica e aos 81 minutos reduz por intermédio de Carinhas que, acabado de entrar, responde de cabeça a um cruzamento de Miguel vindo esquerda.
Aos 85 minutos, o Amarante empata por Vitor Hugo que remata à entrada da área após algumas trocas de bola dos atacantes da equipa forasteira, ficando a defesa do Infesta a ver jogar.
Em contra-ataque, o Infesta dá um pequeno sinal por Digas que pela esquerda, vai à linha de fundo, cruza rasteiro para a entrada da pequena área onde está Ely, mas o defesa César corta o lance in extremis.
A machadada final aconteceu aos 89 minutos numa clamorosa falha defensiva do Infesta, Joel cruza da direita e Miguel, completamente solto de marcação faz o 3-4 final de cabeça.
O Infesta soma assim a quinta derrota consecutiva, a sexta no campeonato e começa a ficar cada vez mais afundado nos últimos lugares da classificação com apenas 3 pontos conquistados. No próximo domingo, a equipa desloca-se até ao Estádio do Bessa para defrontar o Boavista.

Deixe um comentário