Futebol: Infesta regressa às vitorias

Sete jornadas depois, o Infesta volta a vencer para o campeonato.

O Infesta regressou às vitorias este domingo, ao bater o Citânia de Sanfins pela margém minima. Mas o resultado é bastante enganador, se bem que a vitória assenta bem ao Infesta, ambas as equipas podiam ter facturado por diversas vezes.

INFESTA: Zé Pedro, Pina (Rui Pedro, 79′), Amaral, Teixeira, Pedro Oliveira, Maurício, Vitinha, Lúcio, Paiva (Mário, 79′), Jean (Vasco, 79′) e Maia (Rui Ferreira, 55′).
Tr: Jorginho
Não jogaram: Miguel, Semedo e João.

Não muito bem jogado, mas bastante emotivo, foi o jogo a que se assistiu esta tarde no Parque de Jogos – Manuel Ramos – Arroteia, onde existiram diversas oportunidades de golo para ambas as equipas. Miguel por duas vezes, quase chegou ao golo, primeiro Zé Pedro defendeu e depois, o numero 13 do Citânia de Sanfins, atirou ao lado. Pelo meio, Maurício cruzou rasteiro mas ninguém fez a emenda na grande área. O jogo estava vivo desde o inicio e o golo podia pender para qualquer um dos lados, mas foi o Infesta que aos 15 minutos chegou à vantagem por Paiva, cruzamento de Maia pela direita, o avançado do Infesta permitiu primeiro a intervenção de Maciel mas na recarga, não perdoou e fez o golo. Dez minutos depois, numa reposição de bola de Zé Pedro, Paiva aparece sozinho pela esquerda, flecte para o meio mas o remate cruzado, saiu ao lado. O Citânia de Sanfins responde pouco depois, Rui ganha ao sprint a Pedro Oliveira, cruza ao segundo poste onde aparece Pinto que de cabeça, atirou ao lado. Aos 42 minutos, Paiva mais uma vez permite uma excelente intervenção do guardião forasteiro e Vitinha num pontappé de canto, fez a bola passar por todos na pequena área onde não apareceu ninguém para emendar. Pelo meio, existiu uma grande penalidade por mão na bola de um defensor forasteiro, que o árbitro não sancionou a favor do Infesta.

Na segunda parte, o jogo manteve a toada ofensiva para ambas as equipas. A equipa do Infesta por Jean aos 48 minutos, foi a primeira equipa a criar perigo mas aos poucos foi permitindo que a equipa visitante subisse no terreno provocando alguns calafrios a Zé Pedro que esteve muito bem durante toda a partida. Aos 66 minutos, fez uma excelente intervenção a remate de cabeça de Pinto, mas um minuto antes, não teve hipóteses de defesa quando Hugo atirou ao poste. Aos poucos o adversário foi perdendo gás e o Infesta a jogar em contra-ataque, esteve perto de aumentar a vantagem por três vezes, primeiro aos 70 minutos, novamente por Paiva e depois em dois lances consecutivos aos 87 e aos 88 minutos, primeiro por Mário que rematou à figura de Maciel e depois por Vasco que de baliza aberta, não soube responder com golo a um cruzamento de Mário.

Com a vitória, o Infesta soma agora oito pontos, subindo um lugar na classificação, ultrapassando o Foz, que curiosamente será o adversário do próximo domingo.

Deixe um comentário