Futebol: Infesta termina com vitoria e em festa

Infesta venceu e convenceu em jogo de final de temporada.

O Infesta venceu esta tarde o Rebordosa por 2-0, num jogo que pouco valia para a contabilidade final do campeonato, pois o segundo lugar que garante um lugar na 2ª Divisão B na próxima temporada, já estava assegurado desde a jornada anterior. Antes do inicio do encontro, a direcção do FC Infesta promoveu uma pequena festa a todos os infestistas com a actuação dos seus escalões mais jovens e da Academia FC Infesta, no relvado do Parque de Jogos Manuel Ramos. Com a bancada completamente lotada, foi bonito de se ver toda a envolvência de avós, pais e netos que marcaram presença neste ultimo jogo da temporada 2011/12.

Bancada completamente lotada.

O jogo em si jogado, foi bastante interessante e bastante aberto, pois de nada valia já os três pontos em disputa para ambas as equipas, apenas a dignidade. Mas o Infesta puxou os galões e foi claramente a melhor equipa em campo pois dominou o encontro durante praticamente todo o tempo. O Infesta foi mais controlador nos primeiros minutos de jogo, tendo o Rebordosa equilibrado aos poucos, onde tinha em Arnold, o jogador mais perigoso da equipa. À passagem do primeiro quarto de hora, Pedro Nuno cruza da esquerda para Maga que de cabeça atira ao lado da baliza de Rúben. Logo de seguida, o capitão da equipa visitante Gustavo, rematou de livre mas à figura de Duarte. Aos 21 minutos, Vitinha II recebe a bola à entrada da área rematando com perigo a rasar o poste da equipa do Rebordosa. Dois minutos depois, excelente jogada entre Vitinha I e Serge com este ultimo a ficar isolado mas a ser desarmado na hora “H” por Barros. Pouco depois, o capitão Vitinha I de livre, atira a rasar a barra de Rúben. Nesta fase do jogo, só dava Infesta e o Rebordosa só começou a criar alguns lances de verdadeiro perigo a partir da meia hora de jogo. Aos 34 minutos, o recém entrado Alex, passa por dois adversários, cruza ao segundo poste onde estava Arnold que cabeceou por cima. O Infesta responde na jogada seguinte por Pedro Nuno que recebe no peito e remata de primeira, mas ao lado. O empate a zero teimava em manter-se. Ainda antes do intervalo, o Rebordosa tem duas boas ocasiões para inaugurar o marcador. Primeiro foi Hugo Costa que cruzou rasteiro da direita para a área onde Arnold não meteu o melhor pé à bola, deixando-se antecipar pelo defensor do Infesta e depois, Pinto bate um livre da esquerda, a bola sobrevoa a área toda e sai junto ao poste de Duarte. Ao intervalo, o resultado continuava em branco.


Ao intervalo, a mascote “Infas”, fez a delicia dos miúdos na bancada.

Na segunda metade, o Infesta entrou praticamente a vencer com um golo de Braga, que tinha entrado no intervalo. Numa jogada confusa dentro da área do Rebordosa, Braga num gesto acrobático em frente ao guarda-redes, remata e a bola entra na baliza. O Infesta estava com justiça na frente do marcador. A equipa não desacelerou e logo após o golo, surge um cruzamento da esquerda para Braga que não recepcionou a bola nas melhores condições e já em desequilíbrio não conseguiu fazer o remate para golo. O Rebordosa procurava o empate e aos 57 minutos, Pinto corre pela direita, deixa em Litos que já dentro da grande área e em posição frontal, atira por cima da baliza de Duarte. Aos 70 minutos, Arnold pela direita galga alguns metros, cruza para a área mas não apareceu ninguém a emendar. Sete minutos depois, o Infesta chega ao segundo golo. Pedro Pereira em posição frontal, bate magistralmente um livre que fez a bola parar apenas no fundo da baliza do guarda-redes adversário. Grande golo do lateral esquerdo Pedro Pereira. O Infesta ainda tentou por mais duas vezes aumentar a vantagem no marcador, primeiro foi aos 80 minutos onde Braga cruza da direita ao segundo poste onde aparece Pedro Nuno que de cabeça atirou ao lado e mesmo em cima dos 90 minutos, onde Braga aparece isolado perante o guardião mas deixa-se antecipar pelos defensores do Rebordosa. A equipa visitante ainda tentou reduzir aos 86 minutos por Gustavo que de livre, atirou para uma boa defesa de Duarte. O Infesta termina o Campeonato Nacional da 3ª Divisão a vencer e em clima de grande festa, perante cerca de 500 pessoas que marcaram presença no Parque de Jogos Manuel Ramos.


Pedro Pereira marcou um grande golo.

No final do encontro o capitão Vitinha I que esteve envolvido nas duas descidas e nas duas subidas de divisão do Infesta estava felicíssimo e com vontade de continuar a ajudar o Infesta: “Sinto uma felicidade enorme pois ajudei a colocar o clube no sitio onde ele merece estar. É um clube sério, cumpridor e fico muito contente por ver novamente o Infesta na 2ª Divisão. Em relação à minha continuidade? Sei que tenho 35 anos mas ainda me sinto útil a este clube. Estou aqui enquanto as pessoas me desejarem, quando deixar de ser útil ao clube, não sou nem mais nem menos que os outros e vou à minha vida…”.


 No final, o plantel agradeceu a presença dos adeptos na bancada.

O treinador José Manuel Ribeiro estava contente com a vitoria, com a subida e com a moldura que estava na bancada, pedindo aos adeptos que apareçam mais vezes nos encontros: “Nestes jogos, temos mesmo de ganhar, porque se queremos festejar com alegria e com a massa adepta, temos mesmo de ganhar. Os jogadores sentiram isso, sentiram que era importante ganhar hoje, ofereceram a vitoria a quem encheu o nosso campo, que penso que pela primeira vez encheu esta bancada e espero que seja um bom pronuncio para que na próxima temporada, a nossa bancada esteja sempre bem composta. A bancada também não é muito grande, penso que a direcção terá de trabalhar também um bocadinho mais nesse sentido para cativar mais gente a vir ver os nossos jogos. Queria agradecer ao professor Zé Miguel e ao Carlos Silva por terem hoje cá a Academia, é importante que apareçam mais vezes pois estes ambientes obrigam a que venham os pais dos miúdos e acaba por ter uma moldura humana significativa. Em relação à temporada, melhor só mesmo o primeiro lugar. Parabéns ao Cesarense pois mereceu o primeiro lugar e nós, por aquilo que fizemos fomos a equipa que logo a seguir, melhor se comportou. Parabéns também aos meus rapazes, à minha equipa técnica, aos meus dirigentes, à equipa médica e aqueles adeptos que sempre nos acompanharam. Em relação à continuidade, não a posso negar pois já apareceu no jornal que eu e a minha equipa técnica, renovamos esta semana. Tinha a ideia que o clube não ia divulgar, infelizmente o clube divulgou. Já dei a minha palavra e agora para sair, só se fosse por uma proposta irrecusável e que julgo que a direcção não se ia opor caso isso acontecesse, mas eu sempre tive o sonho de treinar o Infesta na 2ª Divisão B e para o ano, é fazer um bom campeonato e talvez fazer uma gracinha na Taça de Portugal.”

 

Deixe um comentário