Futebol: Infesta vence com reviravolta no marcador

O ainda júnior Jonas, foi mais uma vez determinante na partida.

O Infesta somou esta tarde a segunda vitória consecutiva, dando a volta a um resultado que era negativo ao intervalo. Mais uma vez Formoso apostou no júnior Jonas de início e mais uma vez Jonas fez o gosto ao pé.

Substituições: 

– Nandinho -> Galego – 45′
– Maia -> João Pinto – 45′
– Bertinho -> Káká – 88′
– Jonas -> Simões – 90+3′

Não jogaram: Miguel Ângelo, Ricky e Rivaldo.

Treinador: António Formoso

Disciplina: Cartões amarelos a Vitinha (70′), Nuno Barbosa (74′), Jonas (78′) e Zé Pedro (90+2′). Cartão vermelho directo a Pedro Oliveira (77′).

A partida na primeira parte foi muito pouco atractiva sem grandes oportunidades de golo. Num jogo muito disputado a meio campo, foi o Vila Meã que inaugurou o marcador aos 22 minutos por Alex que recebeu uma bola perdida do meio campo infestista, entrou na área e à saída de Zé Pedro, fez o primeiro golo da partida. O Infesta respondeu de imediato ao golo e Vitinha de livre directo frontal, atirou em força para boa defesa do guardião forasteiro. Ainda antes do intervalo, Nandinho cruza da direita para a cabeça de Bertinho que atirou pouco ao lado.

O segundo tempo trouxe um Infesta mais afoito, sempre na procura de um resultado positivo. Bertinho, batalhador na frente de ataque, era dos mais inconformados e aos 53 minutos tem um remate à entrada da área mas que Nelson responde com uma boa defesa. Estava dado o primeiro sinal de que o Infesta queria mudar o rumo dos acontecimentos. Aos 61 minutos, boa jogada de entendimento do ataque infestista com a bola a chegar aos pés de Pedro Oliveira que remata cruzado mas ao lado da baliza do Vila Meã. Dois minutos depois, o Infesta chega finalmente ao golo do empate por Jonas. Mais uma vez, o ainda júnior em evidência ao pegar na bola à entrada da área e a rematar com o pé esquerdo em arco, assinando um golo de belo efeito. Aos 77 minutos o Infesta ficou reduzido a dez unidades. Jonas sofreu uma falta à entrada da área e na confusão gerada, Pedro Oliveira respondeu com uma sapatada a uma provocação de Dany. O árbitro admoestou com um vermelho directo o defesa do Infesta. No livre, Vitinha atirou contra a barreira e na recarga Nuno Barbosa atirou para uma excelente intervenção do guarda redes do Vila Meã. O Vila Meã tentou aproveitar a superioridade numérica no terreno e aos 80 minutos quase marca novamente, Hélder Carvalho pela esquerda coloca Zé Pedro à prova e na recarga, Vitinha atira cruzado mas ao lado da baliza do Infesta. O Infesta acreditou sempre que podia conquistar os três pontos e aos 86 minutos, Jonas mais uma vez pegou na bola na direita, flectiu para o meio e rematou com a bola a embater num defesa, sobrando para João Pinto que remata mas viu Nelson a defender superiormente. Já em período de compensação, Káká isolou João Pinto que teve o golo nos pés mas a bola foi aliviada para a linha de fundo pela defesa do Vila Meã. No canto, Vitinha cruzou ao segundo poste onde apareceu André, que de cabeça fechou o resultado numa vitória por 2-1 a favor do Infesta.

Com esta vitória, o Infesta passou a somar 17 pontos e aproxima-se cada vez mais dos lugares de manutenção, estando neste momento a sete pontos desse lugar. A arbitragem esteve razoavelmente bem. Na próxima jornada, o Infesta tem uma deslocação complicada ao terreno do Paredes.

Deixe um comentário