Futebol: Infesta volta a perder pela margem mínima

Foi a oitava derrota do Infesta, a sétima pela margem mínima.

Era um jogo, perfeitamente ao alcance da equipa do Infesta que mais uma vez, sofre uma derrota pela margem mínima. Após o golo do empate, o Infesta cresceu, mas a grande penalidade sofrida, acabou por ser um duro golpe nas aspirações da equipa em conquistar pontos.

Substituições: 

– Sérgio Leite -> Maia – 45′
– Diogo Mendes -> Sousa – 45′
– Pedro Oliveira -> Galego – 65′
– Káká -> Rivaldo – 65′
– Amaral -> André Ribeiro – 84′

Não jogaram: Zé Pedro e Rui Pedro.

Treinador: António Formoso

Disciplina: 
Cartões amarelos a Pedro Martins (76′ e 80′) e André Ribeiro (88′). Cartão vermelho por acumulação de amarelos a Pedro Martins (80′).

A equipa forasteira entrou pressionante, com incidência em jogar pelos dois alas que eram bastante rápidos. O Infesta aos poucos foi conseguindo suster essa pressão mas o primeiro lance de perigo pertenceu mesmo ao Rebordosa por Sérgio Reis que em zona frontal, rematou para boa defesa de Miguel Ângelo. Era um primeiro sinal de perigo para o golo que surgiu aos 18 minutos por Cafú que na recarga após defesa do guarda-redes do Infesta, não perdoou e inaugurou o marcador. Após o golo, o Infesta pegou no jogo mas só de livre criou perigo por Vitinha que atirou em zona frontal para boa defesa de Sérgio. À passagem da meia hora de jogo, uma fífia da defesa do Infesta, deixou Cedric isolado perante Miguel Ângelo, mas a pontaria do avançado forasteiro estava desafinada ao atirar por cima da baliza.

Na segunda parte, o Infesta foi a única equipa a criar perigo, enquanto a equipa do Rebordosa fazia muito anti-jogo e jogava demasiado tempo com o relógio. No entanto, aos 55 minutos, após uma boa jogada de ataque do Infesta, Maia atirou colocado mas ao lado. O Infesta conseguiu chegar mesmo ao empate passados cinco minutos, numa jogada de insistência e persistência em que após vários remates que o guarda-redes ou os defesas do Rebordosa iam cortando, Maia foi mais esclarecido e empatou a partida. O Infesta tentou de várias maneiras chegar ao segundo golo mas a equipa do Rebordosa, ia resolvendo conforme podia. Aos 80 minutos, Pedro Martins comete falta dentro da área sobre Figas e é expulso por acumulação de amarelos. Na transformação da grande penalidade, Ricardo Fernandes fez o golo que deu vantagem ao Rebordosa. O Infesta a jogar com 10 elementos, fazia o que podia e Formoso lançou André Ribeiro para o ataque, passando a jogar apenas com três defesas. Com alguma superioridade atacante, aos 87 minutos uma bola foi bombeada da defesa para o ataque, André deixou de cabeça em Rivaldo que vendo o guardião Sérgio a sair dos postes, tentou o chapéu mas a bola saiu um pouco ao lado.

O Infesta perdeu o sétimo jogo pela margem mínima e mantém a última posição da tabela classificativa, agora a quatro pontos das três equipa imediatamente a seguir, Nogueirense, Lousada e São Pedro da Cova. Na próxima jornada, o Infesta desloca-se ao terreno do São Martinho.

Deixe um comentário