Futebol: José Manuel Ribeiro “vamos a Amarante para vencer”

Infesta procura em Amarante, sair da zona de despromoção.

O treinador do Infesta, José Manuel Ribeiro, está confiante de que pode sair de Amarante com um bom resultado. Aliás, não há outro objectivo que não seja a vitoria, embora um empate também não seria um mau resultado: “Vamos a Amarante para vencer. Estamos na luta, os meus jogadores têm treinado bem e estão motivados. Acredito que se a equipa manter a postura dos dois últimos jogos, podemos sair de Amarante com pontos. Nesta fase, os três pontos seriam importantes, mas um ponto também não seria mau, mas claro que vamos com o intuito de querer ganhar. No domingo, conseguimos mais um empate, o que é bom. É o segundo empate consecutivo em casa e apenas sofremos um golo nestes dois jogos o que nota melhorias e agora há que transportar isso para os jogos fora. No ultimo jogo fora, foi pena o que aconteceu no ultimo minuto da primeira parte porque julgo que tínhamos possibilidades de pontuar frente ao Tirsense”. Com o aproximar do final da época, a pressão de “ter de ganhar”, para José Manuel Ribeiro, não é nada que não seja novidade e até diz ser positivo: “Nós nos dois últimos anos, estávamos nesta altura a lutar para subir de divisão, tinha-mos essa pressão de ter de ganhar para subir, este ano a pressão existe, mas por objectivos diferentes. Mas aquilo que eu sinto como treinador, é que quer uma pressão, quer outra, são boas porque estamos a lutar por objectivos importantes para o clube, nos anos anteriores para subir, este ano para nos manter-mos e eu vejo isso como um aspecto positivo”. Depois de uma má fase onde o Infesta perdeu dez jogos em onze jornadas, a equipa parece ter conseguido sair dessa fase, conseguindo alcançar algumas vitorias e empates: “Sim, a equipa está a equilibrar-se depois dessa fase menos boa. Como já disse anteriormente, houve uma altura da época em que depois das vitorias no Padroense e em casa ao Mirandela, parecia que ia-mos sair desta zona aflitiva, mas depois vieram as lesões de jogadores muito importantes onde chegamos a ter 6, 7 lesionados, o que condicionou e muito o trabalho. Por exemplo no jogo contra o Fafe, tive essas opções no banco onde pude mexer e conseguimos um empate e com uma pontinha de sorte, até poderíamos ter vencido e neste domingo, com a expulsão do João Reis e sem opções, já não tivemos tanta sorte”. Por fim, a equipa mostra uma faceta que até nem é normal nas últimas temporadas que são as expulsões, só nesta temporada em 21 jogos, já foram admoestados com o cartão vermelho, cinco atletas: “Em relação a isso, julgo que é o terceiro jogo consecutivo em que temos jogadores expulsos e isso mexe muito com a equipa. Como também já tinha dito, é muito fácil expulsar jogadores ao Infesta porque nós somos um clube simpático e até começo a achar que os árbitros julgam que o Infesta quer descer e isso ainda facilita mais, o que não é verdade porque o nosso objectivo é alcançar a manutenção”.

Amarante e Infesta, já se defrontaram por várias vezes na casa dos alvi-negros. O Infesta não tem boas recordações pois a última vitoria em Amarante foi à cerca de 30 anos, quando ambas as equipas disputavam a 3ª Divisão Nacional, onde o Infesta venceu por 0-3. Mais recentemente, as duas equipas defrontaram-se em Fevereiro de 2010, para a 3ª Divisão, tendo a equipa da casa vencido por 2-0, num ano em que o Infesta desceu de divisão. O árbitro nomeado para este encontro é o Sr. João Santos da A.F.Porto. O encontro terá inicio às 15h00 deste domingo, no Estádio Municipal de Amarante.

Deixe um comentário