Futebol: Toninho foi carrasco de novo

Cesarense e Infesta, repetem o resultado da primeira fase.

O Infesta sofreu a primeira derrota da segunda fase, na recepção ao Cesarense, líder do campeonato. Toninho, o autor do golo da vitoria do Cesarense na primeira fase, foi de novo carrasco ao apontar o único golo da partida. O encontro foi bastante disputado desde o inicio com dois remates perigosos para cada lado. Primeiro foi o Cesarense por intermédio de Pedrinho, com Duarte a responder bem com uma defesa a dois tempos. Pouco depois, Paulinho também rematou mas ligeiramente ao lado da baliza de Marco. Os primeiros 20 minutos do encontro podem-se resumir a um Infesta por cima no encontro, em que, em rápidas jogadas de contra-ataque, Paulinho era o jogador mais perigoso com várias tentativas de remate à baliza do Cesarense. A equipa proveniente de Oliveira de Azeméis, só em lances de bola parada é que ia criando algum perigo junto da baliza de Duarte. Aos 22 minutos, a primeira jogada de perigo por intermédio de Hugo que pela esquerda, cruza ao segundo poste onde aparece o capitão Toninho que estava completamente sozinho mas não acerta na bola. O Infesta procurava o perigo em bolas longas, tentando surpreender os defensores da equipa adversária. Aos 27 minutos, passe em profundidade de Vitinha I para Maga que, embora importunado pelo defesa, conseguiu ainda dar um toque na bola, mas o guarda-redes Marco estava atento. O jogo continuava a ser bem disputado por ambas as partes, o Infesta mais em lances de bolas longas e o Cesarence, com mais posse de bola, falhava no ultimo passe. Aos 37 minutos, golo anulado ao Cesarense. Após pontapé de canto da esquerda, a bola é jogada curta para Hugo que cruza ao segundo poste onde aparece Paulo Jorge que, apesar de ter introduzido a bola na baliza, estava em posição irregular. Ainda antes do intervalo, uma oportunidade para cada lado, aos 43 minutos, jogada de ataque do Infesta, bola para a cabeça de Pedro Nuno que amortece para Maga e este, já dentro da área e em posição frontal, falha o remate. Mesmo em cima do intervalo, cruzamento da direita de Pedrinho, Duarte dá uma palmada na bola, esta sobra para Carlitos que à entrada da área, atira ligeiramente por cima da baliza. Resultado empatado a zero ao intervalo.

Na segunda parte, o Infesta parecia querer mudar o rumo dos acontecimentos, mas a equipa do Cesarense, ia defendendo bem e saia em jogadas de contra-ataque. Aos 63 minutos, bola cruzada da direita por Filipe, vai ter com Carlitos que à entrada da área, remata para excelente intervenção de Duarte. Cinco minutos depois, o golo do Cesarense. Numa jogada algo confusa na área do Infesta, Toninho foi o que teve mais discernimento ao rematar à baliza, contando com um ressalto em Rui Jorge que se lesiona no lance, traindo o guardião Duarte. Pouco depois, Rui Jorge teve de ser substituído por Jorginho que fez a estreia oficialmente pela equipa do Infesta após longa paragem devido a lesão. Com o golo sofrido, o Infesta cresce e cria vários lances de perigo com os substitutos Almeida e Vitinha II a darem mais movimento a um ataque que até aquele momento tinha apenas Pedro Nuno mas que estava bastante só. O Infesta pouco depois reclama grande penalidade devido a um eventual corte com a mão de Américo, após remate de Nuno Almeida, o arbitro mandou seguir, de nada valendo os protestos dos infestistas. A equipa do Cesarense, muito fechada no seu reduto defensivo após o golo, tinha em Fábio Valente, o seu elemento mais irrequieto na frente de ataque. O Infesta dominou o encontro até ao fim e aos 86 minutos, Jorginho desmarca Almeida pela direita, este entra na área, cruza rasteiro para Paulinho mas a bola sofre um desvio de um defensor do Cesarense, “in extremis” para canto. Em cima do minuto 90, livre do meio campo de Vitinha I que bombeou a bola para a área, corte de Tiago Resende para a entrada da área, onde está Paulinho que remata de primeira a rasar o poste de Marco. Ainda antes do apito final, o Cesarense tem uma excelente oportunidade de marcar num rápido contra-ataque onde a bola chega a Telmo que atira ao lado.

Final do encontro, o Infesta perde com o Cesarense pela margem mínima, repetindo assim o resultado do encontro da primeira fase, onde o Cesarense também tinha vencido com um golo de Carlitos. O árbitro, Pedro Rocha da A.F. Viana do Castelo, teve uma arbitragem razoável, embora fique a duvida se a bola bate ou não no braço de Américo dentro da área, pouco depois do golo do Cesarense. Na próxima jornada, o Infesta recebe o Grijó, em jogo marcado para domingo, dia 15 às 16h00.

Deixe um comentário