Futebol: Vitória pela margem minima, tira o Infesta do último lugar

João Rodrigues foge a um adversário.

E ao sexto jogo, o Infesta voltou a vencer. Uma vitória preciosa que continua a alimentar o sonho de conseguir a manutenção na Divisão de Élite da A.F.Porto.

Substituições: 

– Bertinho -> Guido Simões – 61′
– Mário -> Pedro Oliveira – 81′
– Jonas -> Rui Ferreira – 81′

Não jogaram: Miguel Ângelo, Ricky, Rivaldo e Nandinho.

Treinador: António Formoso

Disciplina: Cartões amarelos a Bertinho (60′), Zé Pedro (76′), Pedro Oliveira (90+1′) e Nuno Barbosa (90+3′). Cartão vermelho directo a Jorginho (58′).

O São Martinho entrou de rompante, à procura do golo mas o Infesta aos poucos, foi sacudindo a pressão colocada pela equipa de António Gaiteiro. À passagem do minuto 13, o Infesta inaugurou o marcador por Nuno Barbosa num remate de fora da área, extremamente colocado junto ao poste direito do guarda-redes Mata que bem se extirou, sem sucesso. A primeira parte foi muito bem disputada por ambas as equipas mas coube à equipa forasteira, em busca da igualdade no marcador, os lances de maior perigo estando em destaque um lance aos 34 minutos onde Rui Lima atirou ao poste da baliza de Zé Pedro e na sequência do lance, Zé Pedro a opôr-se bem à recarga de Cheta. Na sequência do pontapé de canto, Moura atira à barra.

Na segunda parte, novamente a equipa do São Martinho, com jogadores muito mais experientes e de maior poder físico que os do Infesta, entou melhor e sempre na esperança de chegar à igualdade. Porém, os comandados por Formoso, souberam sempre anular os lances de ataque da equipa forasteira. E o trabalho colectivo do Infesta ficou mais complicado à passagem do minuto 58 quando Jorginho foi expulso por pretensas “bocas” ao fiscal de linha do lado da bancada o que motivou imensos protestos por parte dos infestistas pois o central do Infesta não parece ter dito nada que ofende-se o Sr. Telmo Costa. No entanto e a jogar com 10, Formoso tira o ponta de lança Bertinho e coloca Guido Simões para o eixo defensivo para defender o precioso resultado. A táctica pareceu resultar, muito também devido ao guarda-redes Zé Pedro que esteve muito bem em quase todos os lances que chegavam à sua baliza, ajudando de forma preciosa a obtenção dos três pontos.

A vitória do Infesta, reflectiu-se na classificação pois ultrapassou o Nogueirense que foi goleado em Leça da Palmeira e assim, deixou o último lugar. No entanto, a difença pontual para a zona de manutenção, continua distante, embora tenha sido reduzida de nove para sete pontos nesta jornada. Na próxima jornada, que será disputada no sábado devido à final da Taça de Portugal, o Infesta desloca-se até ao terreno do Serzedo onde só a vitoria interessa aos pupilos de Formoso.

Deixe um comentário