Infesta acreditou até ao último segundo

11 de Dezembro de 2016

infesta_canidelo

O Infesta foi avassalador, principalmente na segunda parte, tendo sido bafejado pela sorte mesmo ao cair do pano. A primeira parte foi pouco produtiva em termos de oportunidades de golo mas mesmo assim, Vitinha logo aos 4 minutos, Rui Ferreira aos 10 e 21 e Paiva aos 39, estiveram perto de inaugurar o marcador em jogadas de ataque. A equipa visitante, só por uma vez rematou com perigo por Tiago Basto que o guarda-redes Miguel, defendeu com segurança.

Na segunda parte, Sousa brilhou pelo lado direito, criando vários cruzamentos e jogadas rápidas de ataque tendo mesmo assistido Braga para um golo aos 66 minutos, mas que o árbitro não validou, talvez por falta atacante do avançado do Infesta. No entanto, a equipa de Jorginho não esmoreceu e continuou à procura do golo, Estrela aparece isolado mas viu o guarda-redes Lima a oferecer o corpo à bola e defendeu, pouco depois entrou em jogo Varela que deu ainda maior acutilância ao caudal ofensivo do Infesta. Perto do minuto 90, Varela e Lúcio não converteram duas situações de extremo perigo e mesmo a terminar o período de compensação, Sousa cruzou para a área e numa tentativa de antecipação a Braga, Azevedo introduziu a bola na própria baliza, permitindo que o Infesta soma-se três preciosos pontos.

Uma vitória extremamente importante para o Infesta que passa a somar 17 pontos, subindo ao 7º lugar do campeonato, mantendo os 8 pontos de distância para os lideres Avintes e Ermesinde. Na próxima jornada, o Infesta desloca-se ao reduto do Ataense.

Foto: Carla Ferreira