Infesta arranca empate na casa do líder

5 de Março de 2017

Na visita a casa do líder do campeonato, o Infesta arrancou um empate que soube a pouco pois foi melhor que o seu adversário. O Ermesinde só aos 77 minutos é que conseguiu empatar a partida, numa grande penalidade muito contestada pelos infestistas.

Num relvado muito desgastado, a equipa do Infesta fruto de muita entrega e sofrimento, entrou com vontade e determinação para chegar à vantagem e logo aos 8 minutos, na sequência de um canto, João Rodrigues chegou a introduzir a bola na baliza de Miguel Matos, mas o árbitro assinalou uma falta, vá-se lá saber porquê… Com bastante impetuosidade, a equipa da casa ia safando lances de real perigo do Infesta, perto da área de Miguel Matos e na sequência de um canto, Lúcio é agredido na face, com um pontapé do capitão do Ermesinde, Fajó. O atleta do Infesta não recuperou e foi substituído. Agressões à parte, o Ermesinde esteve perto de inaugurar o marcador, na sequência de um livre mas Miguel aplicou-se e foi obrigado a mostrar as suas qualidades. Já o Infesta, num lance rápido de contra-ataque, Rui Ferreira isolou-se mas não conseguiu desfeitear o guardião adversário, que defendeu a dois tempos. No entanto, aos 40 minutos, numa boa jogada colectiva, Vitinha deixou na direita em Rui Ferreira que cruzou para o coração da área onde apareceu João Rodrigues que apareceu desmarcado e inaugurou o marcador. Ainda antes do intervalo, o Infesta podia ter chegado ao segundo golo por Sousa que num cruzamento/remate, viu a bola a esbarrar na parte superior da barra da baliza de Miguel Matos.

Na segunda parte, esperava-se outra resposta do Ermesinde mas foi o Infesta que por duas vezes esteve perto de aumentar a vantagem por Rui Ferreira e André Ribeiro que não acertaram no alvo. O Ermesinde aos poucos foi sacudindo a pressão e com as alterações efectuadas, a pressão foi aumentando a favor da equipa da casa que por duas vezes, quase conseguia o empate. Aos 77 minutos, o árbitro assinalou uma grande penalidade a favor da equipa da casa, por uma suposta falta do capitão do Infesta, Vitinha, grande penalidade muito contestada pelo Infesta mas que Igor conseguiu transformar no empate para a equipa da casa. A injustiça no resultado era visível no rosto dos atletas do Infesta e criou algumas oportunidades para voltar a vantagem, a mais evidente foi aos 81 minutos quando Estrela cruza para Rui Ferreira que atirou para boa defesa de Miguel Matos.

O resultado é injusto pois por aquilo que o Infesta fez em campo, merecia vencer a partida e encurtar distâncias para o líder que pouco mostrou o porquê de estar nesta posição. O Infesta mantém-se na 4ª posição, mas agora viu o Nun’Alvares isolar-se no 3º lugar com mais dois pontos. Na próxima jornada, o Infesta recebe o Nogueirense.

Foto: Carla Ferreira