Infesta sofreu derrota pesada em Avintes

Domingo | 20 de Dezembro de 2020 | 10h00

Divisão de Elite – Pró Nacional – Série 1 | AF Porto | Jornada 13

Complexo Desportivo da Mesquita, Vila Nova de Gaia

FC AVINTES 3-0 FC INFESTA

1-0 Pedro Nova (44′); 2-0 Rúben (59′); 3-0 Ribas (62′)

FC AVINTES: Miguel Paiva, Ribas, Gil, Pedro Sá, Bruninho (85′), Estebainha, Fabinho, Pedro Nova (85′), Rúben (76′) e Cacheira.

TR: Abílio Novais

Suplentes: Ima, André Lima (76′), Vasco, Aníbal (85′), João Névoa, Florim (85′) e Gonçalo.

FC INFESTA: Miguel Ângelo, Malícia, André Ribeiro, Morais, Paulinho (73′), António (68′), Lúcio, Mário, João Rodrigues, Miguel Rosa (68′) e Igor.

TR: Bruno Costa

Suplentes: Pedro Marques, Francisco, Bessa (73′), Gabi, Morgado, Dani (68′) e Miguel Mota (68′).

Disciplina: Cartão vermelho direto a Lúcio aos 90+2.

Numa partida entre equipas com objetivos completamente diferentes, a equipa da casa entrou melhor no encontro, com mais bola e melhor adaptada ao terreno de jogo. O Avintes foi mais perigoso em todo o primeiro tempo mas só aos 16 minutos é que criou o primeiro lance de grande perigo, quando Pedro Nova ficou isolado, mas Morais desarmou na hora H o avançado do Avintes. Três minutos depois, lance rápido de ataque do Avintes, por duas vezes a defesa do Infesta corta o lance em cima da linha de golo, na recarga, Fabinho rematou para grande defesa de Miguel Ângelo para canto. Á passagem da meia hora de jogo, Cacheira cruza da esquerda para a área, onde aparece Rúben que cabeceou ao lado. O Infesta não conseguia sair em ataque organizado e só aos 32 minutos é que através de um pontapé de canto criou algum perigo com o cabeceamento de António a sair ao lado. No entanto, a equipa visitada continuava a pressionar até chegar ao golo, Pedro Nova era o homem mais em foco e aos 41 minutos, entrou na área, passou por um defesa do Infesta e já com o ângulo apertado, rematou à figura do guardião do Infesta. A insistência acabou por dar frutos e aos 44 minutos, numa jogada algo duvidosa, de possível fora-de-jogo, devido à posição do extremo Rúben, este cruzou para a área, André Ribeiro ainda corta o lance mas a bola sobrou para Cacheira que sem hipótese de rematar, deixou em Pedro Nova e o avançado da equipa da casa, inaugurou o marcador, levando o Avintes para o intervalo a vencer por 1-0.

Na segunda parte, o Infesta até entrou bem, com outra atitude, a querer procurar o golo do empate mas foi esbarrando na defensiva da equipa da casa que aos poucos foi sacudindo a pressão, até que aos 59 minutos, aumentou a vantagem, na sequencia de um pontapé de canto, a bola andou a ressaltar na pequena área, até que Rúben foi mais afoito que todos e com a ajuda de um defesa, conseguiu introduzir a bola na baliza de Miguel. Com o Infesta ainda a recompor-se do golo sofrido, o Avintes chegou ao terceiro, três minutos depois, canto curto, a bola foi batida ao segundo poste onde estava completamente sozinho Ribas, que de cabeça fez o 3-0. O Infesta voltou a acordar e aos 65 minutos, boa jogada entre António e Malícia com este último a rematar ao lado e pouco depois, Lúcio rematou de fora da área mas Miguel Paiva defendeu. Aos 72 minutos, jogada rápida do Avintes com Ruben a isolar-se pela esquerda e a rematar, mas Miguel a aplicar-se bem e a defender a bola que ainda embateu na barra. Já em período de compensação, Lúcio foi admoestado com cartão vermelho direto.

Durante a semana, foi indicado pela A.F.Porto, que o Perosinho foi castigado com uma derrota administrativa no encontro da 1ª jornada frente ao Infesta por 3-0. Sendo assim, o Infesta passou a somar mais dois pontos, pois esse jogo terminou empatado a uma bola. No entanto, a situação ainda é passível de recurso por parte do Perosinho.

Neste momento, o Infesta é 17º classificado com 9 pontos somados, junto com o Pedroso. No próximo domingo, dia 27, o Infesta defronta o Vila FC às 10h00, no Parque de Jogos Soares dos Reis em Vila Nova de Gaia, jogo em atraso da 7ª jornada.