Manuel Ramos anunciou o fim do seu mandato

Manuel Ramos, informou os associados infestistas da sua decisão de não continuar como presidente do Infesta.

Numa das assembleias mais concorridas dos últimos anos, o presidente do Infesta Manuel Ramos, informou os presentes de que a decisão de não se recandidatar às próximas eleições é para se manter. As dificuldades físicas e de saúde, são notórias a olho nu e são a principal razão da sua decisão. Com 39 anos à frente dos destinos do clube, Manuel Ramos fez questão de fazer notar as diferenças que encontrou quando chegou e as condições que o Infesta apresenta neste momento. Realçou a mágoa de não ver o seu grande sonho ser realizado, a construção do Complexo Desportivo do FC Infesta, que a Câmara Municipal de Matosinhos se comprometeu em construir e afirmou que o Infesta, é um clube com pergaminhos no desporto, honrado por todos e que não deve nada a ninguém, algo que hoje em dia, é muito difícil encontrar, afirmando que tem neste momento cerca de 500 atletas a competir no clube e cerca de 70 elementos, nas várias equipas de futebol e andebol, que todos os dias, trabalham, a maior parte de forma graciosa, assim como os elementos da actual direcção do clube, em quem confia a 100%.

Após a sua intervenção, tomaram da palavra os sócios Eduardo Pinto da Rocha, que quis saber em que ponto de situação se encontra o protocolo que o Infesta e a Câmara Municipal de Matosinhos, assinaram em 2009, visando a construção do Complexo Desportivo, tendo sido esclarecido pelo vice-presidente administrativo Jorge Amaro. Os associados, José Oliveira (antigo presidente do Infesta), António Mendes (presidente da Junta de Freguesia de São Mamede de Infesta) e José Dias, também tomaram da palavra, realçando o facto de que os 39 anos de presidência do Sr.Manuel Ramos, serão provavelmente um recorde, digno de se constar no livro dos recordes do Guiness e incentivaram os associados em procurar alguém, que queira assumir a presidência de um clube, que honrou até aos dias de hoje, todos os seus compromissos, pois o presidente Manuel Ramos, por tudo aquilo que fez nestes 39 anos, merece que haja continuidade no projecto.

Ficou também decidido que irá ser realizada uma nova assembleia no próximo dia 8 de Fevereiro, para continuar a ser discutido o futuro directivo do clube, onde se espera que haja novidades no que toca à presidência do Infesta.

Deixe um comentário