Futebol Clube de Infesta

Novo desaire, atira o Infesta para o último lugar

Domingo | 26 de Fevereiro de 2023 | 15h30

Divisão d’Élite – Série 1 | AF Porto | 22ª Jornada

Parque de Jogos – Manuel Ramos – Arroteia

Árbitro: Carlos Barros

FC INFESTA 0-1 CD CANDAL

0-1 João Alves (64′)

FC INFESTA: Mata, Diogo Sousa, Baptista (67′), André Ribeiro, Cláudio, João Ricardo (58′), Carlitos (67′), André Teixeira, Rui Neves (58′), Aroso e Pena (15′).

TREINADOR: Manuel Pinheiro

SUPLENTES: Francisco, Miguel Fernandes (67′), Gabi, Mário (58′), Leitão (58′), João Rodrigues (15′) e Tiago (67′).

CD CANDAL: Miguel Guedes, Antunes, Pedro, Cristiano, Nuno Costa, Diogo Morgado, João Alves (90+2′), Branquinho (74′), João Castro, Vitor (90+2′) e Bruno Teixeira (83′).

TREINADOR: Tó-Zé Madureira

SUPLENTES: Diogo Tinoco, Nogueira, Janot Sop (90+2′), Ricardo Pinto (90+2′), Murilo (74′), Diogo Eiras e Miguel Coutinho (83′).

Manuel Pinheiro apresentou de inicio as três contratações mais recentes, mas que, pouco ou nada acrescentaram a uma equipa que com esta derrota e com a conjugação de resultados, acabou a jornada na última posição.

O Infesta até entrou bem na partida a dominar nos primeiros 20 minutos de jogo, contudo, Aroso de livre e Pena em boa posição, erraram o alvo.

Já com João Rodrigues em campo, por lesão de Pena, o avançado do Infesta que cumpriu nesta partida, 200 jogo ao serviço do clube, teve um remate perigoso mas que saiu sobre a barra.

A pouco e pouco, a equipa forasteira foi equilibrando a contenda, pelo que se registou um nulo ao intervalo.

Ao intervalo, João Rodrigues foi homenageado pelos 200 jogos que cumpriu nesta partida, ao serviço do Infesta, tendo o Presidente Luis Ferreira, ladeado por atletas dos Sub 7, entregue uma camisola alusiva ao feito.

Na segunda parte, a equipa do Candal entrou melhor na partida, com maior pendor ofensivo.

Logo nos primeiros minutos, Nuno Costa ganhou espaço e rematou às malhas laterais.

O Infesta respondeu por André Ribeiro que de cabeça, após pontapé de canto, rematou ao lado.

Numa partida sem grandes oportunidades, o golo do Candal surgiu num lance em que o Infesta perde a bola numa reposição, a equipa desconcentra-se e João Alves em zona frontal, atirou forte e colocado para o único golo da partida, aos 64 minutos.

Com o Infesta balanceado no ataque, a equipa forasteira procurava no contra-ataque dilatar a vantagem, contudo, foi o Infesta que esteve perto de chegar ao empate, primeiro por Diogo Sousa e depois por Leitão, já nos últimos minutos de jogo.

O empate seria o resultado mais ajustado ao que se passou na partida.

Com esta derrota, aliado à vitória do Pedrouços em Folgosa, o Infesta desce ao último lugar da tabela classificativa e está já a cinco pontos da zona de manutenção, pois o Arcozelo, primeira equipa nessa zona, venceu em casa o Avintes.

Na próxima jornada, o Infesta visita o terreno do Coimbrões, segundo classificado.

Fotos: Joaquim Ribeiro Sousa / António Silva