Reviravolta no marcador dá vitoria ao Infesta

27 de Novembro de 2016

infesta_vila_team

No jogo que marcou o regresso do avançado Braga ao Infesta, a turma mamedense conseguiu alcançar a primeira vitória para o campeonato, perante o seu publico, frente a um Vila FC que até esteve em vantagem no marcador.

O Infesta foi a melhor equipa em campo durante toda a partida, na primeira parte, teve soberanas ocasiões para inaugurar o marcador mas falhou na eficácia. Aos 8 minutos, Rui Ferreira em posição frontal rematou ao poste e pouco depois foi Paiva que viu Fábio negar-lhe um golo com uma boa defesa. Seguiram-se uma avalanche de oportunidades que foram desperdiçadas por Sousa, Paiva, Braga e Rui Ferreira. Aqui e ali o Vila subia com perigo à área do Infesta, valeu a atenção de  Miguel a remates de Diogo e noutra circunstancia o arrojo de um corte providencial de André Ribeiro numa investida de Jorginho.

Na segunda parte, o Vila deu um ar da sua graça e entrou mais dinâmico no encontro, fruto dessa audácia adiantou-se no marcador na sequência de um cruzamento, Miguel tem uma defesa incompleta que não foi aliviada pelos defesas da casa, Jorginho foi mais oportuno e inaugurou o marcador. O Infesta sentiu a desvantagem e aumentou a pressão ofensiva. Na sequência de um livre, Sousa cruzou para a área e Lúcio elevou-se bem e restabeleceu o empate. No minuto seguinte, Paiva rematou  à meia volta e fez a bola passar junto ao poste. O jogo ficou mais vivo e Miguel Mendes em  boa posição obrigou Miguel a sacudir com uma palmada. Estava guardado para os minutos finais um Infesta acutilante e com mais eficácia que com naturalidade fez dois golos espectaculares e semelhantes pelos mesmos protagonistas Paiva concretizou com classe duas excelentes assistências de Rui Ferreira aos 74 e 78`.

Vitória justíssima da melhor equipa em campo. A vitoria coloca o Infesta na sexta posição com 13 pontos, juntamente com Leça do Balio e Nogueirense, mantendo a distancia de nove pontos para o líder Ermesinde. Na próxima jornada, o Infesta visita o terreno do último classificado, o Leverense.

Foto: Carla Ferreira