Sousa colocou justiça no marcador

9 de Janeiro de 2017

Já começa a ser recorrente, o Infesta tem de lutar não contra uma, mas sim, duas equipas em campo. Valeu o facto de ser mais forte do que o seu adversário numa partida bastante disputada.

Logo no primeiro minuto, Sousa foi, estranhamente admoestado com o cartão amarelo por uma falta ligeira, na marcação dessa falta valeu a determinação de Miguel num remate à queima roupa de Biscoito. O Infesta respondeu com várias jogadas ofensivas, numa delas, Braga fez a bola raspar no poste da baliza visitante. Rui Ferreira e Paiva em posições privilegiadas fizeram remates desenquadrados com a baliza. Por parte do Alfenense, a melhor situação surgiu dos pés de Biscoito numa situação que Miguel saiu em falso mas a bola saiu ao lado.

Na segunda metade, o Infesta entrou mais determinado e dominador na partida mas tanto Braga como Teixeira, falharam duas oportunidades iminentes de golo. Era um aviso para a chegada do golo que aconteceu aos 65 minutos por Sousa, numa jogada bem delineada entre Rui Ferreira e Braga, este último atrasou para Sousa que não perdoou e fez o único golo da partida. No minuto seguinte, Braga isolou-se mas não conseguiu iludir o guarda-redes Simão. O Infesta cresceu mas foi “travado” pelo árbitro da partida com vários cartões amarelos num curto espaço de tempo e três expulsões, a Soares, Ricardo e na sequencia desta última expulsão, ao treinador Jorginho, colocando em forte protestos os adeptos da casa. Ainda assim, o Infesta foi superior com mais duas oportunidades por Braga e Paiva isolados a não acertar na baliza.

O Infesta foi um justo vencedor e a vitoria coloca a equipa de Jorginho a três pontos do 4º lugar, ocupado pelo Nun’Alvares e a oito dos líderes Avintes e Ermesinde. Na próxima jornada, o Infesta desloca-se ao Vila Caiz.

Foto: Carla Ferreira