Infesta sofre pesada derrota em Rio Tinto

Desengane-se aquele que pensa que o resultado final foi de um jogo de praticamente sentido único. Claro que o SC Rio Tinto tem mérito na forma como venceu mas o Infesta não baixou os braços, enquanto foi possível pensar em pelo menos, somar um ponto.

  • Domingo | 13 de Outubro | 15h00
  • Divisão de Elite – Série 1 | AF Porto | Jornada 7
  • Estádio Cidade de Rio Tinto
  • SC RIO TINTO 4-0 FC INFESTA
  • 1-0 Hugo (2′) | 2-0 Sacy (26′) | 3-0 Maia – p.b. (73′) | 4-0 Diogo Teixeira (88′)
  • INFESTA: Rui Pereira; André Lima, Chaves, João Silva, Pinho; Malícia (77′), Lúcio (46′), Mário, Morgado (46′); João Rodrigues e Miguel Dias.
  • TR: Miguel Fernandes
  • Suplentes: Pedro Marques, Cardoso, Baptista, Morais, Bessa (46′), Maia (46′) e Neto (77′).

O Infesta entrou praticamente a perder quando aos 2 minutos, Steven pela direita, cruza para a área e após o alivio da defesa do Infesta, surge o capitão da casa, Hugo, que à entrada da área rematou para inaugurar o marcador. Pouco depois, Sacy entrou na área, deixou em Carlos Manuel que rematou para boa intervenção de Rui Pereira. O Infesta tentava em contra-ataque criar algum perigo mas ia esbarrando na defesa do Rio Tinto. Aos 17 minutos, bola bombeada para o ataque do Infesta, o defesa da casa falhou o corte mas Miguel Dias, em boa posição para rematar, deixou o guardião Madureira antecipar-se, perdendo-se uma boa oportunidade para o Infesta marcar. Aos poucos o Infesta ia sacudindo a pressão da equipa da casa e aos 20 minutos, boa jogada individual de Miguel Dias que passou por dois jogadores e na “hora H”, valeu ao Rio Tinto o guardião da casa que saiu aos pés do avançado do Infesta e agarrou a bola. O Rio Tinto aumentou a vantagem aos 26 minutos, bola comprida para a entrada da área para Sacy que recepcionou a mesma e à meia volta, fez o segundo golo da partida. O Infesta jogava aberto e sem medo do adversário, mas as jogadas no último terço do terreno não tinham conclusão. Aos 43 minutos, a equipa da casa esteve perto do terceiro golo, Steven ganhou a bola a um defesa do Infesta, deixou em Tinaia que rematou ao lado da baliza de Rui Pereira.

Na segunda parte, Miguel Fernandes fez entrar Maia e Bessa para tentar mudar o resultado mas o estado do terreno, devido à chuva, fez com que a partida fosse jogada de forma muito física e sem grandes oportunidades de golo. Aos 53 minutos, o Rio Tinto esteve perto de aumentar a vantagem, numa jogada algo confusa, a bola sobra para Carlos Manuel, que sem contar, atirou ao poste da baliza de Rui Pereira. À passagem do minuto 73, Hugo cruzou para a área e sob pressão de um jogador adversário, Maia ao aliviar, fez auto-golo e a equipa da casa aumentou a vantagem no marcador. Vantagem essa que foi dilata já aos 88 minutos por Diogo Teixeira que na zona de grande penalidade, estava no sitio certo após cruzamento da direita, fechando assim o marcador em 4-0. Já em período de descontos, Miguel Dias com uma boa arrancada, ganhou posição e rematou fraco, à figura de Madureira.

No próximo domingo, o Infesta recebe o Oliveira do Douro, em jogo a contar para a 8ª jornada do campeonato.

Foto: xradio.pt